quarta-feira, 3 de Março de 2010

Material e Procedimento da Pilha Electroquímica de Daniell

Materiais:
  • 4 copos de precipitação de 50 mL;
  • Ponte salina;
  • Voltímetro;
  • Amperímetro;
  • Fios condutores eléctricos (nomeadamente 2 com crocodilos nas extremidades);

Reagentes:
  • Sulfato de cobre (1mol/dm3 e 0,1 mol/dm3);
  • Sulfato de magnésio (1mol/dm3 e 0,1 mol/dm3);
  • Fita de magnésio;
  • Placa de cobre.

  

Procedimento:
1-   Colocar sensivelmente 25mL de solução de sulfato de cobre a 1 mol/dm3 num copo de precipitação e 25 mL de solução de sulfato de magnésio a 1 mol/dm3 noutro copo de precipitação;
2-   Colocar o fio de magnésio e a placa de cobre no copo de precipitação com a solução do sal correspondente;
3-   Utilizando um fio eléctrico com crocodilos nas extremidades unir o voltímetro ao eléctrodo de cobre;
4-   Com outro fio unir o voltímetro ao eléctrodo de magnésio;
5-   Colocar a ponte salina, verificando que as suas extremidades estão mergulhadas em ambas as soluções;

6-   Registar o valor da diferença de potencial;
7-   Substituir o voltímetro por um amperímetro;
8-   Registar o valor da intensidade da corrente;
9-   Repetir os procedimentos para as seguintes combinações de electrólitos: sulfato de cobre a 1 mol/dm3 com sulfato de magnésio a 0,1 mol/dm3; sulfato de cobre a 0,1 mol/dm3 com sulfato de magnésio a 1 mol/dm3 e sulfato de cobre com sulfato de magnésio, ambos a 0,1 mol/dm3; 
      o objectivo é preencer a seguinte tabela de recolha de dados:



10- Ligar duas pilhas de Daniell em série: ligar o fio de magnésio ao amperímetro/voltímetro, e ligar o eléctrodo de cobre que está ligado ao anterior pela ponte salina ao segundo eléctrodo de magnésio. Por fim ligar o último eléctrodo de cobre ao voltímetro/amperímetro;

esquema da ligação de duas pilhas electroquímicas
11- No final da experiência, observar as alterações visíveis nos eléctrodos.

Sem comentários:

Enviar um comentário